Em depoimento, psicóloga diz que Amber Heard tem Transtorno de Múltiplas Personalidades


Johnny-Depp-e-Amber-Heard Em depoimento, psicóloga diz que Amber Heard tem Transtorno de Múltiplas Personalidades

Em um julgamento que já dura mais de uma semana, o mundo acompanha mais um processo envolvendo Johnny Depp e Amber Heard, que acusam um ao outro de difamação depois que ela divulgou declarações de abuso por seu ex-marido e o ex-advogado dele declarou que tudo era uma farsa. Entre vários personagens que participam dessa história da vida real, ontem foi a vez da psicóloga forense Shannon Curry testemunhar, e ela disse que tem motivos para diagnosticar Amber Heard com transtorno de múltiplas personalidades, também chamado de transtorno dissociativo de identidade.

A psicóloga prestou depoimento na terça-feira, onde explicou que passou aproximadamente 12 horas com a atriz. Durante esse tempo juntas, Heard passou por vários testes de saúde mental. Com base nos registros de saúde, documentos, gravações de áudio, vídeos e fotos de Heard , bem como nos resultados dos testes, Curry afirmou que Heard não apenas tem muita “hostilidade interna”, mas é crítica e cheia de fúria.

Suas pontuações foram consistentes com outras pessoas que obtiveram essas pontuações e que demonstraram, através de muitos, muitos estudos, ter essas características muito específicas”, disse Curry enquanto estava depondo.

Curry continuou dizendo que acredita que Heard tem transtorno de personalidade limítrofe (ou borderline) e transtorno de personalidade histriônica e não tem transtorno de estresse pós-traumático.

De acordo com o site da Pfizer, as características principais do transtorno de personalidade borderline incluem o medo do abandono, relacionamentos intensos e instáveis, explosões emocionais extremas, comportamento autodestrutivo e sentimento crônico de vazio. Já as pessoas com transtorno de personalidade histriônica são altamente emotivas e dramáticas, têm uma necessidade excessiva de atenção e aprovação e podem usar a aparência física para consegui-la.

Nos últimos dias, a defesa de Johnny Depp citou Aquaman como refutação às alegações de que ele proibia Amber de conseguir trabalhos. Além disso, ele disse que sua intenção era escrever o roteiro de Piratas do Caribe 6 para dar um final adequado ao seu amado personagem Jack Sparrow. Johnny Depp também teve que explicar sobre o SMS que enviou ao ator e amigo Paul Bettany sobre afogar e queimar sua ex-esposa.

Outro momento de destaque foi quando o advogado de Amber mostrou ao júri o kit de maquiagem que ela usava para esconder as marcas das supostas agressões, mas logo em seguida foi desmentido pela marca de cosméticos, que mostrou que seu produto não existia na época. No entanto, o momento mais triste para os fãs foi quando Johnny Depp disse que nunca mais voltaria a interpretar Jack Sparrow na franquia Piratas do Caribe, mesmo se a Disney voltasse atrás da demissão e o oferecesse centenas de milhões de dólares.

Siga o Guia Disney+ Brasil nas redes sociais e fique por dentro das dicas, novidades e lançamentos dos streamings da Disney.
• facebook.com/guiadisneyplus
• twitter.com/guiadisneyplus
• instagram.com/guiadisneyplus
• pinterest.com/guiadisneyplus

Atualizado em 27/04/2022


10 comentários

Pular para o formulário de comentário

  1. Pronto, tadinha dela e agora, vão fazer o quê com todo o sofrimento do Johnny
    Eu queria que esse site fosse realmente da Disney, para que eu podesse manda vocês…

    1. Agora virou onda as mulheres com transtorno, então simples começa a internar em clínicas públicas com médicos públicos nada de médico de família um ano no mínimo vamos ver quem mantém esta tese de transtornos, quando ela tentou destruir a vida dele ela era apenas uma pobre mulher agredida e não uma mulher com problemas psicológicos, o pior que quem sofre mesmo é desacreditado por pessoas como estamos vendo na impressa e Internet, independe de ser homem ou mulher

    • Viviane Almeida em 28/04/2022 às 12:43
    • Responder

    Em momento algum a “matéria” usa de empatia nem com Amber e nem mesmo com o Deep. A todo momento, a pauta é sempre o fato do Deep não fazer mais parte de Piratas do Caribe. Outro ponto extremamente estranho nessa matéria. Um diagnóstico de transtorno dissociativo de identidade não é feito por nenhum profissional sério em 12 horas! Esse transtorno é muito complexo e exige ajuda de profissionais especialistas em diagnóstico!

    1. Perfeito. É sobre isso. Só sensacionalismo sem informação correta.

      1. 👏👏👏👏👏👏👏👏👏

      2. Não é transtorno de personalidades múltiplas que ela tem. Ela é borderline e histriônica, ou seja, tem múltiplos transtornos de personalidade, o que é bem diferente do título deste artigo.
        Acompanhem o julgamento. Tudo indica que era o Johnny Depp quem realmente sofria violência doméstica. Amber Heard já havia sido inclusive acusada de violência doméstica pela ex-esposa.

      • Mateus de Bruce em 28/04/2022 às 19:27
      • Responder

      Deixa eu ver se entendi. O site é sobre filmes e séries do Disney Plus e vcs queriam que o foco fosse em uma análise sobre o diagnóstico de uma psicóloga? Eu quero mais é saber de Piratas do Caribe mesmo. Povo que gosta de reclamar de tudo, nossa senhora.

  2. Qual é a credibilidade de alguém que passa 12 horas com um paciente e declara que sofre de 3 transtornos diferentes e até dicotômicos? Eu duvido que tenha afirmado com tanta veemência num tribunal, e é obrigação do jornalista que escreve a matéria destrinchar isso com informações corretas. Somos nós, neuroatípicos, que continuamos sendo atingidos com isso.

    1. Olha, está bem claro que ela é borderline. Imagina para uma especialista q analisou todo o caso e conversou horas e horas com ela. É um caso claro como a luz do sol. Escute os áudios da Amber Heard falando.

  3. Cavaleira da Lua kkkkkk

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.