Defesa de Amber Heard entra com pedido de anulação do veredito a favor de Johnny Depp


Johnny-Depp-e-Amber-Heard-tribunal Defesa de Amber Heard entra com pedido de anulação do veredito a favor de Johnny Depp

Nesta sexta-feira (01), a equipe jurídica de Amber Heard formalizou um pedido ao Tribunal do Condado de Faifax, Virgínia, para anulação do veredito do recente julgamento do processo por difamação entre a atriz e seu ex-marido, Johnny Depp. Os jurados, assim como a opinião pública, ficaram ao lado do ator, que deve receber de Amber um valor aproximado de 10 milhões de dólares.

Em um documento de 43 páginas, disponibilizado pelo Couthouse News Service, os advogados da atriz argumentam que as evidências não sustentam o veredito de US$ 10 milhões concedido ao astro de Piratas do Caribe. O memorando começa com a seguinte introdução:

“A Ré e Requerente Amber Laura Heard por este meio move este Tribunal para anular o veredito do júri em todas as três acusações da queixa do Requerente e Réu John C. Depp II (Sr. Depp), para rejeitar a queixa e para investigar o potencial serviço impróprio do júri.”

No pedido, assinado por Elaine Bredehoft, principal advogada de Amber, a equipe discorda da afirmação de Johnny de que ele perdeu seu papel de Jack Sparrow em Piratas do Caribe devido às declarações da atriz no artigo para o The Washington Post em 2018 que deu início a tudo.

Os advogados da estrela de Aquaman solicitam que um novo julgamento seja realizado, defendendo que Johnny Depp “procedeu apenas em uma teoria de difamação por implicação, abandonando quaisquer alegações de que as declarações da Sra. Heard eram realmente falsas“.

Eles também argumentam que um dos jurados não foi devidamente examinado pelo tribunal porque sua data de nascimento conta como 1945 quando deveria ser 1970. “Esta discrepância levanta a questão de saber se o jurado 15 realmente recebeu uma intimação para o serviço de júri e foi devidamente examinado pelo tribunal para servir no júri”.

Na semana passada, a juíza do caso, Penney Azcarate, finalizou o processo depois que as partes envolvidas não chegaram a um acordo. Em seu despacho, ela determinou que o julgamento seja executado conforme a decisão final do júri.

Amber Heard foi condenada a pagar a Johnny Depp US$ 15 milhões, valor que foi reduzido para cerca de US$ 10 milhões por restrições da legislação do estado da Virgínia, onde o julgamento ocorreu. Enquanto isso, o ator deve pagar à ex-esposa US$ 2 milhões, o que resulta em um valor líquido em torno de US$ 8 milhões para o astro de Piratas do Caribe.

Outro processo de Amber Heard

Ao mesmo tempo em que tenta reverter a derrota no processo por difamação contra o ex-marido, Amber Heard está sendo investigada na Austrália por um episódio de 2015. Na época, a atriz foi acusada de perjúrio por levar seus cachorros ao país e declarar que não estava levando nenhum animal consigo, descumprindo uma regra de isolamento para animais estrangeiros.

Outro processo de Johnny Depp

Johnny Depp também tem mais um compromisso com a justiça, desta vez em Los Angeles. Trata-se de um processo de 2018 movido por Greg Brooks, um ex-colega de trabalho. Ele alega que, durante as gravações do filme Cidade de Mentiras em 2017, Johnny Depp teria dado dois socos em seu peito e oferecido US$ 100 mil para que Greg revidasse.

O julgamento deste caso está marcado para 25 de julho e Depp contará mais uma vez com a defesa da advogada Camille Vasquez, que ganhou notoriedade durante o processo contra Amber Heard. Ao contrário do recente julgamento, o próximo não será transmitido ao vivo.

Siga o Guia Disney+ Brasil nas redes sociais e fique por dentro das dicas, novidades e lançamentos dos streamings da Disney.
• facebook.com/guiadisneyplus
• twitter.com/guiadisneyplus
• instagram.com/guiadisneyplus
• pinterest.com/guiadisneyplus

Atualizado em 03/07/2022


Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.