Tatiana Maslany denuncia negligência e exploração em Mulher-Hulk

Jennifer-Walters-Mulher-Hulk Tatiana Maslany denuncia negligência e exploração em Mulher-Hulk

Tatiana Maslany, estrela de Mulher-Hulk: Defensora de Heróis, chamou o CEO da Disney, Bob Iger, de “desconectado” por seus recentes comentários sobre as greves de atores e roteiristas em andamento nos Estados Unidos. O executivo desagradou muitas pessoas com suas observações a respeito dos movimentos grevistas , incluindo alguém que ele realmente não gostaria de ver com raiva.

No início deste mês, Iger chamou de “muito perturbadora” a decisão dos roteiristas e atores de fazerem greve, e pediu que seus respectivos sindicatos fossem realistas com suas demandas. Vários atores renomados, incluindo Bryan Cranston, Sean Gunn e Rob Perlman já criticaram diretamente o executivo, e Tatiana Maslany, estrela de Mulher-Hulk, compartilhou agora sua própria resposta.

Eu acho que ele está completamente desconectado,” ela disse ao The Hollywood Reporter nos protestos em Nova York. “Ele está completamente desconectado com os trabalhadores que fazem seus programas acontecerem, que fazem as pessoas assistirem essas séries, que trazem espectadores para ele e lhe dão dinheiro.”

Tatiana Maslany alega negligência e exploração

Tatiana-Maslany-She-Hulk Tatiana Maslany denuncia negligência e exploração em Mulher-Hulk

Em seguida, a atriz acrescentou que, devido ao seu tempo trabalhando na Marvel, um dos estúdios pertencentes à Disney, tem conhecimento de situações em que pessoas da equipe foram negligenciadas e exploradas, condenando a falta de reconhecimento, especificamente no âmbito financeiro.

Tendo trabalhado em uma série da Disney, eu sei onde as pessoas são negligenciadas e exploradas, e é ultrajante a quantidade de riqueza que não é compartilhada com as pessoas que realmente fazem a série acontecer. Isso inclui equipe, elenco e roteiristas,” comentou Maslany.

No momento, é difícil prever por quanto tempo as greves irão durar, e alguns analistas da indústria acreditam que elas podem se estender até 2024. A Sony Pictures se tornou o primeiro grande estúdio a adiar vários de seus próximos lançamentos no cinema, mas não se espera que seja o último.

Mulher-Hulk: Defensora de Heróis segue Jennifer Walters enquanto ela navega pela vida complicada de uma advogada solteira de 30 e poucos anos, que também é uma Hulk verde de 2 metros de altura. A série de nove episódios traz de volta diversos veteranos do MCU, incluindo Mark Ruffalo, Tim Roth e Benedict Wong.

O elenco também inclui Ginger Gonzaga, Josh Segarra, Jameela Jamil, Jon Bass e Renée Elise Goldsberry. Os produtores executivos são Kevin Feige, Louis D’Esposito, Victoria Alonso, Brad Winderbaum, Kat Coiro e Jessica Gao. Os coprodutores executivos são Wendy Jacobson e Jennifer Booth.

Todos os episódios de Mulher-Hulk: Defensora de Heróis estão disponíveis no Disney+. Ainda não há notícias sobre uma segunda temporada.

Atualizado em 31/07/2023

Foto do autor

Leo Carvalho

Leo Carvalho, jornalista de formação e nerd de coração, é um observador atento das tendências do entretenimento, em especial filmes e séries da Marvel e Star Wars. Sua formação acadêmica em jornalismo e entusiasmo de fã lhe permitem escrever textos com insights, análises detalhadas e olhar crítico.

Deixe um comentário