Stephen King elogia ‘Ninguém Vai te Salvar’ e recomenda o terror aos seus fãs

Ninguem-Vai-te-Salvar-Stephen-King Stephen King elogia 'Ninguém Vai te Salvar' e recomenda o terror aos seus fãs

O famoso autor de terror, Stephen King, recomendou o filme da 20th Century Studios, Ninguém Vai te Salvar, e o descreveu como “brilhante”. A ficção científica estreou na última semana no Star+, trazendo Kaitlyn Dever como Brynn, uma jovem que precisa escapar de uma ameaça alienígena que invadiu sua casa. Agora, aclamados nomes do gênero estão se manifestando para elogiar e comentar sobre a produção.

Em sua conta no Twitter, Stephen King, conhecido por escrever clássicos do terror como Carrie, It – A Coisa e O Iluminado, compartilhou uma espécie de crítica ao filme dirigido por Brian Duffield. O autor não poupou elogios ao longa e recomendou que seu público o assista, comparando-o a um episódio de Além da Imaginação.

Brilhante, ousado, assustador e envolvente”, escreveu King sobre o filme. “É preciso voltar mais de 60 anos atrás, até um episódio de Além da Imaginação chamado ‘The Invaders’, para encontrar algo remotamente parecido. Realmente único”. 

Um comentário de uma força tão aclamada na escrita de terror, que está imersa no gênero há décadas, é um elogio extremamente alto. Como resposta, Duffield marcou o tuíte e postou um gif do comediante Tim Robinson chorando de felicidade.

https://twitter.com/BrianDuffield/status/1706413354020143502

Guillermo del Toro também falou sobre Ninguém Vai te Salvar

Assim como Stephen King, Guillermo del Toro, o diretor de grande reconhecimento para o cinema de terror, também usou as redes sociais para falar de Ninguém Vai te Salvar. No Twitter, o cineasta mexicano explicou a relação do filme com os dogmas católicos.

Há um princípio essencial no dogma católico que serve como uma espinha dorsal da narrativa: A graça e a salvação surgem da dor e do sofrimento”, ele discorreu sobre a mensagem do filme. “É nessa passagem que você encontra a salvação. Ninguém vai te salvar. Você se salvará por meio disso. […] O mundo, essencialmente, é um composto paradoxal de destruição e criação. Qualquer tentativa em escala humana de suprimir um dos lados resulta em conflito. Porque o universo não é benevolente. Ponto final. Acho que a chave é o momento de ‘comunhão’ por meio da cápsula de identidade alienígena”.

Ele terminou, como King, recomendando a produção: “O filme trata do reparo da alma, sim, mas depois se estende a outros níveis. Assista-o. Talvez possamos conversar um pouco mais”.

Ninguém Vai te Salvar está disponível no Star+.

Atualizado em 26/09/2023

Foto do autor

Leo Carvalho

Leo Carvalho, jornalista de formação e nerd de coração, é um observador atento das tendências do entretenimento, em especial filmes e séries da Marvel e Star Wars. Sua formação acadêmica em jornalismo e entusiasmo de fã lhe permitem escrever textos com insights, análises detalhadas e olhar crítico.

Deixe um comentário