Rachel Zegler pediu empatia após críticas a Branca de Neve, mas não deu muito certo

Branca-de-Neve-Rachel-Zegler Rachel Zegler pediu empatia após críticas a Branca de Neve, mas não deu muito certo

Parece que Rachel Zegler está cansada das reações negativas que tem recebido depois de se manifestar sobre a nova versão live-action de Branca de Neve e todas as mudanças que a Disney está fazendo, afastando-se bastante da história do clássico animado. Para muitos, o novo filme está parecendo uma história completamente nova, não um remake.

Existem duas principais razões que causaram indignação entre os fãs em relação ao filme. Em primeiro lugar, não haverá anões no filme, mas sim sete criaturas mágicas, o que se desvia da história que Walt Disney criou. A segunda vem de uma entrevista em que Zegler afirma que a Branca de Neve não precisa de um príncipe encantado para salvá-la, sugerindo que todas as cenas com ele poderiam ser cortadas.

“O desenho animado original foi lançado em 1937, e isso é muito evidente. Há um grande foco na história de amor dela com um cara que literalmente a persegue. Estranho! Estranho. Então, nós não fizemos isso desta vez. O novo filme realmente não trata da história de amor, o que é realmente, realmente maravilhoso. Todas as cenas do Príncipe podem ser cortadas, quem sabe? Isso é Hollywood, baby.”

Em uma outra entrevista, Zegler explicou que a nova Branca de Neve será uma Princesa Disney mais independente. Ela brincou: “Não estamos mais em 1937” e sugeriu que o príncipe não deveria beijar a princesa enquanto ela dorme, pois isso não é consensual.

A entrevista se tornou viral e outras pessoas compartilharam trechos de Zegler falando sobre as mudanças que seriam feitas e, em seguida, discutiam como discordam da opinião da atriz de que a Branca de Neve animada original não era uma mulher forte, apenas porque ela apreciava o conto de fadas.

Zegler pediu mais gentileza

Rachel-Zegler Rachel Zegler pediu empatia após críticas a Branca de Neve, mas não deu muito certo

Após a intensa reação negativa, Zegler recorreu ao Twitter para pedir que os fãs da Disney fossem mais gentis com ela, escrevendo o seguinte:

“Eu te amo muito. Para sempre e sempre. Lembre-se de ser gentil. Trate uns aos outros com paciência e empatia. Lembre-se de que você é amado incondicionalmente, não importa seus erros, não importa seus mal-entendidos. Você merece isso. Você merece amor. Você merece viver sem medo.”

Algumas das respostas argumentaram que a narrativa de Branca de Neve não deveria ser alterada. “Se você realmente nos ama tanto, então escute. Existem preocupações legítimas levantadas por outras pessoas. Por que você não está lutando por uma verdadeira adaptação de Branca de Neve? Está tudo bem as meninas quererem um amor verdadeiro“, disse uma seguidora.

Outros foram mais irônicos. “Eu só quero te agradecer por destruir seu próprio filme toda vez que você fala. Mal posso esperar para esse filme fracassar e espero que a Disney nunca se recupere Você é a melhor!“, respondeu um usuário, enquanto outro continuou:

“Incrível para mim que a atriz escolhida para interpretar a Branca de Neve tenha feito uma turnê midiática feminista contando a todos exatamente o quanto ela odeia a Branca de Neve e como se sentiu sobrecarregada ao interpretar o papel. Estratégia de marketing brilhante.”

Branca de Neve vai estrear nos cinemas no dia 22 de março de 2024. A animação original está disponível no Disney+.

Atualizado em 16/08/2023

Foto do autor

Leo Carvalho

Leo Carvalho, jornalista de formação e nerd de coração, é um observador atento das tendências do entretenimento, em especial filmes e séries da Marvel e Star Wars. Sua formação acadêmica em jornalismo e entusiasmo de fã lhe permitem escrever textos com insights, análises detalhadas e olhar crítico.

6 comentários em “Rachel Zegler pediu empatia após críticas a Branca de Neve, mas não deu muito certo”

  1. Que absurdo! O Live action da bca de neve não vai ter anão e nem príncipe, nem história de amor!!! 😱😱 Não é Live action desse desenho então, é um filme diferente!
    Estão querendo mudar o mundo e tirar os contos de fada, de amor e tal 😱Tô revoltada. Que mal há nisso? Não vou assistir no cinema 😠
    Já não gostei que a Ariel não tinha nem tanto relacionamento com o Eric e já saiu pra viajar, eu não iria gostar se fosse com minha filha…Detestei! Estão acabando com a idéia de relacionamento sério e não acho isso certo. O foco da Disney era a família, agora está sendo a independência, como se não fosse importante a família. Uma coisa não anula a outra! O mundo tá acabando e a Disney pra mim…

    Responder
  2. Essa atriz é insuportável! Uma pena a Disney estar cavando a própria cova contratando esses artistas militantes.
    Branca de Neve e os Sete Anões, de 1937, é um clássico inestimável da Disney, que mudou a história do cinema e que é amado até hoje.
    Não entendo por que essa nova geração despreza tanto o amor, o romance, a feminilidade e os bons costumes. Tudo para essa gente é motivo de polêmica. Sério, isso está muito chato!
    Triste o que a Disney está fazendo com seus próprios clássicos graças a essa ideologia progressista que tem tirado a magia dos filmes.

    Responder
  3. É assustador como grandes empresas de entretenimento não enxergam o óbvio, QUEM LACRA NÃO LUCRA!!!!!!!!! Uma porrada de filme live action que não dá em NADA, uma falta de imaginação incrível pra ter que recorrer a antigos sucessos e fazê-los diferente e pior, tomando prejuizo em cima de prejuizo, se esse filme da Branca de Neve não render, a Disney tera dois caminhos, ou vira empresa iFetada ou vai pro buraco.

    Responder
  4. Atriz além de insuportável e arrogante não entende que é o clássico da Branca de Neve que queremos ver ,não essa porcaria de militância e feminismo que querem nos empurrar goela a baixo,não entendo como essas empresas não vêem que estão cavando a própria cova? Hoje tá difícil com essa geração onde tudo é polêmica e problema.

    Responder

Deixe um comentário