Pobres Criaturas: novo filme de Emma Stone é aplaudido de pé por 10 minutos em Veneza

Pobres-Criauras-Emma-Stone Pobres Criaturas: novo filme de Emma Stone é aplaudido de pé por 10 minutos em Veneza

O novo filme de Yorgos Lanthimos, Pobres Criaturas, que estrela Emma Stone em um novo papel com possibilidade de Oscar, ganhou aplausos de pé por 10 minutos em sua estreia. A comédia de fantasia e ficção científica teve sua première no Festival de Veneza na noite de ontem (1) e já está recebendo muitos elogios, especialmente pela atuação de sua protagonista. Distribuído pelo Searchlight Pictures, o longa chega em fevereiro aos cinemas brasileiros.

De acordo com o Deadline, o aguardado filme do cineasta grego teve uma grande recepção em sua estreia mundial no Festival de Cinema de Veneza, ganhando uma ovação que durou 10 minutos e 37 segundos. A reação na primeira exibição foi uma das respostas mais entusiasmadas de uma obra no evento do italiano, com o público até gritando o nome de Yorgos durante o aplauso.

Contudo, enquanto a equipe estava no festival para receber a aclamação presencialmente, o elenco, que inclui Stone, Willem Dafoe e Mark Ruffalo, não compareceu em função da greve dos atores nos Estados Unidos, que proíbe a participação dos artistas em tais eventos durante a paralisação.

No famoso agregador de críticas Rotten Tomatoes, Pobres Criaturas está com impressionantes 100% de aprovação após 26 avaliações registradas.

Emma Stone revelou por que quis estrelar Pobres Criaturas

Poor-Things-Searchlight-Pictures Pobres Criaturas: novo filme de Emma Stone é aplaudido de pé por 10 minutos em Veneza

Emma Stone, que protagonizou o live-action Cruella e ganhou o Oscar de Melhor Atriz por La La Land, se reuniu com Lanthimos para essa história de Frankenstein sobre a feminilidade e a experiência humana após ter trabalhado com o diretor em A Favorita (2018) – pelo qual também recebeu uma indicação.

Em um recente vídeo de bastidores divulgado pelo Searchlight Pictures, que você confere mais abaixo, a atriz falou sobre sua personagem e por que quis interpretá-la.

Eu queria fazer o papel de Bella porque parecia uma aceitação do que é ser mulher. Ser livre. Ter medo e ser corajosa”, disse Emma. “Yorgos me deu um presente ao me convidar para ser produtora desse filme. Tive a oportunidade de conhecer todo o processo, o que não teria acontecido se eu estivesse apenas atuando. Me pareceu a combinação perfeita”.

Ela está entendendo o que é ser um membro da sociedade e, quanto mais autônoma ela se torna, mais os homens parecem ser desafiados por isso”, ela conta sobre a personagem, uma mulher que é trazida de volta à vida por um cientista que também é seu guardião. “A sexualidade de Bella é uma parte incrivelmente importante da história. A experiência humana é fascinante para ela e o sexo é uma parte importante disso”.

Pobres Criaturas chega aos cinemas brasileiros em fevereiro.

Atualizado em 02/09/2023

Foto do autor

Ana Gambale

Estudante de Cinema e Audiovisual, fã de Disney e Pixar, cultura pop e internet, viciada em k-pop e eterna amante de séries.

Deixe um comentário