Martin Scorsese sobre ser o diretor mais indicado ao Oscar da história

Martin-Scorsese Martin Scorsese sobre ser o diretor mais indicado ao Oscar da história

Martin Scorsese falou sobre ter alcançado o posto de diretor com mais indicações ao Oscar. O filme mais recente do cineasta de 81 anos, Assassinos da Lua das Flores, um drama de faroeste, conta sobre os assassinatos de Oklahoma na década de 1920 contra a tribo indígena Osage, após a descoberta de petróleo em terras tribais. Além de ter dado mais uma indicação para esse importante nome da indústria, o projeto também marca a sexta colaboração de Scorsese com Leonardo DiCaprio, e a décima com Robert De Niro.

O diretor, que também foi responsável por produzir e co-escrever o roteiro do filme, ganhou sua décima indicação ao Oscar de Melhor Diretor em 2024, superando Steven Spielberg, indicado nove vezes em edições passadas. Em uma entrevista no The Late Show With Stephen Colbert, Scorsese foi parabenizado pela conquista.

E de ser para esse filme em particular, é muito emocionante”, ele respondeu. “Mas mais do que isso, porque o filme significa muito para mim e levou vários anos para ser gestado. Quero dizer, você olha para trás. Dez indicações ao longo dos anos. Sinceramente, não sei como isso aconteceu. Não sei, porque nunca se faz filmes para ganhar prêmios. Você faz o filme da melhor maneira possível”. 

Estou muito satisfeito com o fato de tantas pessoas terem sido indicadas para o filme, inclusive Robbie Robertson, sua maravilhosa trilha sonora e a música que eles têm no filme”, ele continuou, lembrando das outras dez indicações que Assassinos da Lua das Flores. “Isso é algo muito especial. Lily Gladstone, é claro. Fantástica. E Bob de Niro também. Estou triste pelo Leo. Eu gostaria de tê-lo visto lá como Melhor Ator, mas sua presença está lá; é fundamental para o filme e o trabalho”.

O histórico de Scorsese com o Oscar

Scorsese recebeu sua primeira indicação em 1980 por Touro Indomável e, desde então, foi indicado por A Última Tentação de Cristo (1988), Os Bons Companheiros (1990), Gangues de Nova York (2002), O Aviador (2004), Os Infiltrados (2006), A Invenção de Hugo Cabret (2011), O Lobo de Wall Street (2013), O Irlandês (2019) e, agora, Assassinos da Lua Flor (2023). Até hoje, sua única vitória como Melhor Diretor aconteceu com Os Infiltrados.

As 10 indicações do cineasta fazem dele o segundo diretor mais indicado de todos os tempos, atrás apenas de William Wyler, que detém o recorde com 12 indicações e morreu em 1981. 

A 96ª edição do Oscar acontece no dia 10 de março de 2024, com transmissão pela HBO Max e pela TNT.

Atualizado em 27/01/2024

Foto do autor

Ana Gambale

Estudante de Cinema e Audiovisual, fã de Disney e Pixar, cultura pop e internet, viciada em k-pop e eterna amante de séries.

Deixe um comentário