Loki dá as boas-vindas ao Multiverso Cinematográfico da Marvel


Loki-Linhas-do-tempo-Multiverso-1-1024x576 Loki dá as boas-vindas ao Multiverso Cinematográfico da Marvel

Nesta quarta (14), a Marvel divulgou o último episódio de Loki, seriado que vinha emplacando os recordes de audiência do Disney+ desde que chegou. Três meses antes de ser lançada, a série já havia se tornado a produção mais aguardada da história do streaming. Seis semanas se passaram e hoje foi ao ar o último capítulo daquela que podemos afirmar ser a produção mais importante da fase 4 até agora. Loki não apenas abriu o caminho para o futuro do MCU, como também revelou de uma vez por todas a origem do Multiverso.

[Atenção] Contém spoilers da season finale de Loki.

O episódio recebeu o título de Por Todo Tempo. Sempre.”, o lema da AVT. De fato, a organização realmente foi o centro de tudo, desde um primeiro momento quando Loki é capturado e levado para a sede gigantesca da agência. No começo, acreditávamos que a AVT tinha sido fundada pelos Guardiões do Tempo, que criaram um lugar para poder controlar e impedir novas ramificações na linha do tempo sagrada. O principal objetivo dos guardiões seria justamente evitar uma nova Guerra do Multiverso.

Ao longo da série, descobrimos que os Guardiões nunca existiram de verdade e que foram criados para representar uma figura ainda mais poderosa. Como descobrimos hoje, a figura em si não é Kang o Conquistador como todos esperavam, mas sim uma Variante do antagonista de Homem-Formiga 3.

Interpretado por Jonathan Majors, o personagem novo recebeu um nome e a terminologia é conhecida dos quadrinhos. Aquele que Permanece é o criador da AVT da Marvel Comics, algo que Kevin Feige conseguiu replicar na série de forma brilhante.

Quando encontram o personagem de Majors pela primeira vez, Loki e Sylvie criam um embate entre eles, lutando e duelando na frente da Variante de Kang. Ela queria matá-lo, enquanto ele procurava uma forma de sair dali e ainda conseguir evitar uma catástrofe. O lado sensato do personagem de Tom Hiddleston falou mais alto para ele, mas foi Sylvie (Sophia Di Martino) quem conseguiu aquilo que queria.

Ao matar ‘Aquele que Permanece’, ela tira a única pessoa que conseguia manter a linha do tempo estável e o resultado é visto no mesmo momento. Ramificações incontroláveis começam a surgir, exatamente como aconteceu anos atrás com o surgimento do Multiverso.

Mobius-e-Hunter-B15-1024x454 Loki dá as boas-vindas ao Multiverso Cinematográfico da Marvel
As ramificações do tempo exibidas no monitor da AVT

A season finale de Loki criou oficialmente o Multiverso Cinematográfico da Marvel. Onde antes tínhamos apenas uma única narrativa para seguir, agora temos várias ramificações e infinitas possibilidades de narrativas que a Marvel pode seguir.

O estúdio irá começar os projetos alternativos já no próximo mês, quando nos introduzir a realidade de What If…?, a primeira série animada da Marvel a fazer parte do MCU. Nela teremos o Vigia narrando tudo aquilo que teria acontecido se os heróis tivessem um destino diferente.

Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa já confirmou as presenças de Alfred Molina e Jamie Foxx, que irão interpretar versões dos vilões de Peter Parker de uma outra realidade. É provável que já vejamos também Tobey Maguire e Andrew Garfield, vindos de uma das ramificações criadas por Sylvie.

A 1ª temporada de Loki está completa no Disney+.

Mais sobre Loki

Loki explica como Wanda conseguiu ouvir os filhos em WandaVision
Não, não era o Kang, o Conquistador na season finale de Loki
Loki estará em Doutor Estranho no Multiverso da Loucura?
Confirmado! Loki terá segunda temporada no Disney+

Siga o Guia Disney+ Brasil nas redes sociais e fique por dentro das dicas, novidades e lançamentos do streaming da Disney.
• facebook.com/guiadisneyplus
• twitter.com/guiadisneyplus
• instagram.com/guiadisneyplus
• pinterest.com/guiadisneyplus

Atualizado em 14/07/2021


Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.