Gina Carano reage após jornalista zombar de bilheteria de 804 dólares

Gina-Carano-The-Mandalorian Gina Carano reage após jornalista zombar de bilheteria de 804 dólares

Gina Carano, a lutadora de MMA que virou atriz, parecia destinada a ter um futuro brilhante como parte da franquia Star Wars. Interpretando Cara Dune em The Mandalorian, ela logo se tornou uma presença importante da série do Disney+ e planos foram feitos para que a heroína rebelde protagonizasse um spin-off intitulado Rangers of the New Republic, agora aparentemente cancelado.

Em 2021, Carano começou a gerar muita polêmica nas redes sociais depois de compartilhar seus pensamentos sobre a pandemia, a eleição de 2020 nos Estados Unidos e opiniões consideradas controversas sobre os mais diversos assuntos.

Como resultado, ela foi demitida da série e colocada na lista negra de Hollywood. Hoje em dia, Gina Carano estrela principalmente filmes feitos para o The Daily Wire, um canal de notícias conservador norte-americano, com a última produção, Terror on the Prairie, arrecadando apenas US$ 804 nas bilheterias norte-americanas. Isso mesmo, pouco mais de 4 mil reais.

Quando Richard Newby, do The Hollywood Reporter, disse que nunca conseguiria parar de rir com o fato de a atriz ter “estragado tudo” ao perder “sua própria série de Star Wars, brinquedos, livros, quadrinhos e roupas”, Gina Carano rapidamente usou o Twitter para responder e explicar que o filme teve lançamento limitado na plataforma DailyWire+.

Acusando o escritor de assediá-la, a ex-Star Wars sugeriu que sua demissão de The Mandalorian veio como resultado de ela não “acompanhar a narrativa vendida”, culpando “a máfia online” por fazer uma petição para que ela fosse demitida, compartilhando mais uma vez suas opiniões sobre a mídia.

“Aqui está um colaborador do @THR que repetidamente se junta a uma multidão online de contas anônimas me assediando. Você está ciente de que lançamos Terror on the Prairie exclusivamente no @realDailyWire
e você não sabia disso? Ou a ignorância e a propagação do ódio são seu único propósito aqui?”

A verdadeira perda de oportunidade é jornalistas vendidos como você, que vendeu a América e parou de fazer perguntas para ser apreciado por uma multidão inconstante e manipulada. Isso é o que você valorizou e esse será o seu legado“, continuou em outro tweet.

Ainda não sabemos se a Lucasfilm vai escalar outra atriz para interpretar Cara Dune, e até hoje uma explicação para o desaparecimento da personagem não foi dada. Se isso não acontecer na terceira temporada de The Mandalorian, podemos crer que a personagem seja simplesmente lembrada como apenas mais uma aliada com quem Din Djarin e Grogu se cruzaram ao longo do caminho.

A terceira temporada de The Mandalorian estreia no Disney+ em 1º de março.

Siga o Guia Disney+ Brasil nas redes sociais e fique por dentro das dicas, novidades e lançamentos dos streamings da Disney.
• facebook.com/guiadisneyplus
• twitter.com/guiadisneyplus
• instagram.com/guiadisneyplus
• pinterest.com/guiadisneyplus

Atualizado em 10/01/2023

Foto do autor

Leo Carvalho

Leo Carvalho, jornalista de formação e nerd de coração, é um observador atento das tendências do entretenimento, em especial filmes e séries da Marvel e Star Wars. Sua formação acadêmica em jornalismo e entusiasmo de fã lhe permitem escrever textos com insights, análises detalhadas e olhar crítico.

6 comentários em “Gina Carano reage após jornalista zombar de bilheteria de 804 dólares”

  1. Ela está certa, a mulher foi injustamente demitida por dar a opinião, opinião essa que incomoda essa galera do bem, do ódio do bem… Uma grande sacanagem, se fosse a favor dessa situação certamente não seria demitida, aconteceria o contrário, infelizmente vivemos em dias sombrios, vc não pode dar sua opinião se for contrário aquilo que essa galera do ódio do bem quer, lamentável

    Responder
  2. A personagem fará falta na série. E a má intenção do “jornaliste” militante foi escancarada pela resposta da atriz .

    Responder
  3. Negacionistas, simpatizantes de governos de extrema direita (pra não dizer a palavra que começa com Fas…), fiquem nos seus lugares, ou seja, lugar nenhum!

    Responder
  4. Se quer falar merda tem que aguentar as consequências, fakes e mentiras não podem ser toleradas vindo de pessoas públicas , a liberdade de expressão vai até o momento em que outros são prejudicados por pessoas burras

    Responder
  5. A mulher segue a extrema direita fascista, é negacionista, transfóbica, racista… Vomitou tudo isso nas redes sociais e agora tem que aguentar. Se ela falou absurdos nas redes sociais, o jornalista também pode. Ela se ferrou mesmo.

    Responder

Deixe um comentário