Emilio Estevez quebra o silêncio e revela por que saiu de ‘Virando o Jogo dos Campeões’


Emilio-Estevez-Virando-o-Jogo-dos-Campeoes-1024x576 Emilio Estevez quebra o silêncio e revela por que saiu de 'Virando o Jogo dos Campeões'

No último fim de semana, o Deadline revelou que Emilio Estevez não retornaria para a segunda temporada de Virando o Jogo dos Campeões. De acordo com o furo, o motivo estaria relacionado ao ator ter supostamente se recusado a cumprir a política de COVID-19 da Disney Television Studios. Diante da repercussão, o ator de 59 anos publicou uma longa declaração para esclarecer os fatos.

No comunicado, Emilio Estevez escreve que não é antivacina e leva a pandemia do COVID-19 muito a sério. Ele revelou que contraiu o vírus no início do ano passado, e que em agosto não tinha certeza de como estaria seguro no set. “Questionei a sensatez de voltar a fazer uma série no meio de uma pandemia e como os atores poderiam ser considerados ‘trabalhadores essenciais'”.

Ele continou compartilhando os cuidados tomados durante as filmagens da primeira temporada e afirma que tentou manter seu diagnóstico em segredo pelo bem da série. Estevez reafirma que sua saída da série “foi por causa de uma miríade de diferenças criativas – qualquer outra narrativa é falsa“.

Leia a declaração completa do ator:


Eu não sou antivax. Ponto final.

Eu levo essa pandemia muito a sério, e muitas vezes sou provocado por continuar seguindo os protocolos de segurança e meu excesso de cautela.

Quero abordar o que aconteceu e esclarecer algumas falsidades que apareceram em um artigo sobre minha decisão de sair de Virando o Jogo dos Campeões.

Em última análise, isso nada mais foi do que uma disputa de contrato à moda antiga e não, como alguns acreditariam, uma posição anti-vacinal.

Embora eu não possa falar por ninguém a respeito dessa questão sensível e polarizadora, tenho minha própria experiência de vida.

No final de fevereiro de 2020, no final das filmagens do piloto de Virando o Jogo dos Campeões em Vancouver, eu não estava me sentindo 100%. Eu atribuí isso a estar em um set frio e em uma pista de gelo dia após dia.

Eu dirigi até Vancouver para o piloto, devido à notícia de “uma doença emergente”, que viria a ser conhecida como “Covid 19”. Minha decisão de dirigir na ida e volta foi evitar multidões e aeroportos internacionais. Já tinha começado a usar máscaras, luvas e desinfetante para as mãos. Eu também adoro dirigir pela América, como qualquer pessoa que me conhece pode atestar.

No caminho de Vancouver para Los Angeles, fiquei visivelmente doente. De volta a Los Angeles, implorei a vários médicos que fizessem o teste para essa nova variante da gripe. Foi-me garantido que “eu não me encaixava nos critérios” ou “Não tem como você estar infectado”. Depois de vários esforços, finalmente fiz um teste PCR Covid-19 de dentro do carro em 13 de março de 2020. Continuei a ficar cada vez mais doente, com febre, suores, confusão mental e alterações de humor.

Em 17 de março de 2020, recebi a notícia de que realmente havia contraído a Covid-19. Felizmente, evitei visitar meus pais idosos e outras pessoas até receber meus resultados. Tive conversas com médicos e entrei em contato com a equipe de rastreamento do Departamento de Saúde do Condado de Los Angeles.

Eu sofri no verão e no outono de 2020 com o que agora conhecemos como “Síndrome Pós-Covid”.

Quando a série voltou à produção em agosto de 2020, eu relutantemente continuei, mas não tinha certeza de como estaria seguro no set. Eu questionei a sensatez de voltar a fazer uma série no meio de uma pandemia e como os atores poderiam ser considerados “trabalhadores essenciais”.

Os produtores do programa fizeram o possível para amenizar meus temores de voltar ao trabalho. “Você tem imunidade natural!” “Você será o mais seguro no set”, me disseram repetidamente. Além disso, fui avisado por meus ex-representantes sobre as possíveis consequências e riscos legais que eu poderia enfrentar por não comparecer ao trabalho conforme solicitado.

Então, voltei para Vancouver. Eu segui a ordem de quarentena canadense, bem como a estrita “Zona A” nos protocolos da Covid definidos. Não reclamei, nem divulguei meu diagnóstico ao público. Eu queria tentar preservar o moral da série e ser um líder, embora ainda sofresse da Síndrome Pós-Covid. O legado da franquia era mais importante para mim do que minha própria saúde.

Em retrospecto, eu escolhi erroneamente proteger a série em vez de ser transparente sobre ter contratado a Covid-19. Posso ter dado mais um exemplo público de como todos nós somos vulneráveis ​​a esta doença mortal.

As citadas “fontes anônimas”, produtores e showrunners, todos sabem a verdade.

Simplificando, eu sou anti-bully.

Minha saída da série foi devido a uma miríade de diferenças criativas – qualquer outra narrativa é falsa.

Para os fãs da franquia – estou tão decepcionado quanto vocês.

Para meu elenco e equipe de “Patos” – tenham uma maravilhosa 2ª temporada da série e por favor, saibam que sentirei saudades de todos vocês.

Foi uma honra e uma emoção poder retornar como o personagem icônico e amado, Gordon Bombay, um personagem que tem sido uma referência celebrada em meus 40 anos de carreira. E agradeço ao estúdio e aos produtores por criarem a oportunidade de me permitir interpretá-lo novamente.

Patos voam juntos!


A série Virando o Jogo dos Campeões continua a história da amada franquia de comédia esportiva Nós Somos os Campeões, da década de 90, em uma abordagem bem parecida com o que a Netflix fez com Cobra Kai, baseada na trilogia Karatê Kid.

A primeira temporada se passa na Minnesota dos dias de hoje, quando o time Patos evoluiu de azarão para um time de hóquei juvenil super competitivo e poderoso. Depois que Evan Morrow, de 12 anos, é cortado do Patos, sem cerimônia, ele e sua mãe, Alex, resolvem montar seu próprio time de desajustados para desafiar a implacável cultura da vitória a qualquer custo dos esportes juvenis de hoje. Com a ajuda de Gordon Bombay, eles redescobrem a alegria de jogar apenas pelo amor ao jogo.

Os dez episódios da 1ª temporada de Virando o Jogo dos Campeões estão disponíveis só no Disney+.

Siga o Guia Disney+ Brasil nas redes sociais e fique por dentro das dicas, novidades e lançamentos dos streamings da Disney.
• facebook.com/guiadisneyplus
• twitter.com/guiadisneyplus
• instagram.com/guiadisneyplus
• pinterest.com/guiadisneyplus

Via Deadline

Atualizado em 08/11/2021


Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.