De novo: Disney prepara mais uma onda de demissões na Pixar

Pixar-Animation-Studios De novo: Disney prepara mais uma onda de demissões na Pixar

A Pixar Animation Studios, subsidiária da Walt Disney Company, está prestes a sofrer mais uma onda de demissões, após concluir a produção de algumas séries e agora se encontrar com um quadro de funcionários maior do que o necessário, informou uma fonte à Reuters.

Segundo outra reportagem da TechCrunch, os cortes na Pixar podem chegar a 20% este ano, reduzindo a equipe de 1.300 pessoas para menos de 1.000 nos próximos meses. A fonte da Reuters, no entanto, contestou esse número, afirmando que a Pixar ainda não determinou quantos funcionários perderão seus empregos e que as demissões não vão acontecer imediatamente. Não foi fornecida uma estimativa de quantos cortes de emprego são esperados, mas foi assegurado que não afetariam a produção cinematográfica da Pixar.

Bob Iger, CEO da Disney, que retornou em 2022 para reorganizar a empresa, sinalizou que a Disney reduzirá o conteúdo de streaming produzido internamente em uma tentativa de manter os custos sob controle e licenciará séries e filmes para terceiros.

Em junho do ano passado, a Pixar eliminou 75 posições, incluindo a dupla de executivos por trás do filme Lightyear, marcando os primeiros cortes significativos de empregos no estúdio em uma década. Galy Susman, famosa por salvar Toy Story 2 de ser completamente deletado, também perdeu o emprego.

Histórico e sucessos recentes da Pixar

Faisca-e-Gota-Elementos De novo: Disney prepara mais uma onda de demissões na Pixar

A Disney adquiriu a Pixar em 2006 para revitalizar a Disney Animation, que estava em dificuldades na época. O estúdio é famoso por franquias cinematográficas como Toy Story, Os Incríveis e Procurando Nemo. O lançamento de seu filme Elementos no ano passado foi mal no início, mas a comédia romântica acabou arrecadando quase US$ 500 milhões em vendas de ingressos em todo o mundo.

A Disney, durante uma de suas conferências de resultados financeiros, anunciou que aumentaria as medidas de corte de custos em mais US$ 2 bilhões, alcançando uma meta de US$ 7,5 bilhões, seguindo uma diminuição na receita de publicidade da ABC, outros canais de TV e dentro da divisão responsável pelo Disney+. A empresa espera que seu serviço de streaming saia do vermelho até o quarto trimestre de 2024, como resultado da reestruturação da organização.

Futuros lançamentos da Pixar

Este ano, a Pixar está programada para lançar uma sequência de Divertida Mente e, em 2025, Elio, um novo filme sobre um garoto que embarca em uma aventura intergaláctica. Esses lançamentos podem ajudar a manter o orçamento da Pixar alinhado, que tende a girar em torno de US$ 200 milhões por projeto. Veja a lista completa aqui:
Próximos Filmes e Séries da Pixar em 2024 e 2025

Atualizado em 11/01/2024

Foto do autor

Luiz Junqueira

Luiz Junqueira é engenheiro da computação e especialista em entretenimento, com um olhar analítico sobre filmes, séries e quadrinhos. Combina sua formação técnica com uma grande paixão pelo universo da cultura pop, se dedicando a trazer para os leitores artigos informativos e precisos.

Deixe um comentário