Bilionário em guerra com a Disney é superfã de Taylor Swift

Taylor-Swift Bilionário em guerra com a Disney é superfã de Taylor Swift

No cenário atual, onde os negócios e a música pop frequentemente se entrelaçam, a admiração de um bilionário pelas estrelas da música pode revelar facetas inesperadas de sua personalidade e estratégias.

Nesse contexto, Nelson Peltz, investidor e ativista bilionário conhecido por suas campanhas para integrar conselhos de administração de grandes empresas, revelou-se um grande fã da estrela pop Taylor Swift. Essa revelação veio à tona durante uma entrevista concedida à CNBC esta semana, marcando um contraste peculiar com sua atual campanha para ganhar um assento no conselho da Disney.

“Um verdadeiro fã, eu a amo,” disse Peltz sobre Swift, na entrevista à CNBC. Essa declaração de admiração surgiu em meio a uma discussão crítica sobre a Disney, empresa da qual sua firma possui cerca de 1,7% de participação.

A luta de Peltz para conquistar um lugar no conselho da Disney em sua próxima reunião anual de acionistas em abril tem sido marcada por críticas severas às recentes decisões da empresa, incluindo investimentos em um empreendimento conjunto de streaming esportivo e US$ 1,5 bilhão em jogos da Epic Games, descritos por ele como tentativas sem convicção de resolver problemas maiores.

No entanto, Peltz ofereceu um raro elogio à Disney e ao seu CEO Bob Iger, aprovando a compra dos direitos do filme Taylor Swift: The Eras Tour por US$ 75 milhões para o serviço de streaming Disney+, um movimento que ele considerou “ótimo” em meio a anúncios que, de outra forma, apresentavam pouco “conteúdo substancial”.

Conexões surpreendentes

Taylor-Swift-e-Nelson-Peltz Bilionário em guerra com a Disney é superfã de Taylor Swift

Peltz, aos 81 anos, e Swift, aos 34, ambos se autodefinem como bilionários, com fortunas avaliadas pela Forbes em US$ 1,5 bilhão e US$ 1,1 bilhão, respectivamente. A filha celebridade de Peltz, Nicola Peltz Beckham, compartilha uma amiga em comum com Swift: a atriz e cantora Selena Gomez. Gomez se descreveu nas redes sociais como uma “amiga orgulhosa” de Peltz Beckham, sugerindo uma interconexão entre as esferas de influência de Peltz e Swift.

Peltz é um dos investidores ativistas mais famosos de sua geração, tendo conseguido lugares nos conselhos de administração de empresas como Proctor & Gamble e Wendy’s. Sua batalha contra a Disney começou em janeiro do ano passado antes de ser interrompida um mês depois, com Peltz expressando aprovação pelos planos de Iger.

No entanto, ele relançou sua campanha ativista no final de 2023, à medida que as ações da Disney enfrentavam dificuldades novamente.

A campanha de Peltz contra a Disney é em grande parte motivada pelas perdas significativas na unidade de streaming da empresa, incluindo Disney+, Hulu e ESPN+, que relataram mais de US$ 8 bilhões em perdas operacionais nos últimos três anos.

A paixão de Peltz por Taylor Swift, contudo, revela um lado mais leve e talvez surpreendente do bilionário, em meio às suas conhecidas batalhas corporativas.

Taylor Swift: The Eras Tour – Taylor’s Version chegará ao Disney+ em 15 de março de 2024.

Foto do autor

Leo Carvalho

Leo Carvalho, jornalista de formação e nerd de coração, é um observador atento das tendências do entretenimento, em especial filmes e séries da Marvel e Star Wars. Sua formação acadêmica em jornalismo e entusiasmo de fã lhe permitem escrever textos com insights, análises detalhadas e olhar crítico.

Deixe um comentário