Veja quais foram os 10 filmes mais pirateados de 2022

Doutor-Estranho-no-Multiverso-da-Loucura-Marvel Veja quais foram os 10 filmes mais pirateados de 2022

Um novo relatório revela quais foram os dez filmes mais pirateados de 2022, e quatro deles são de estúdios da Disney. De acordo com o levantamento compartilhado pela Variety, a maioria é de produções cinematográficas de super-heróis, mas o fenômeno Encanto também aparece na lista.

O recordista de pirataria é Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa, da Sony Pictures, com 21% da demanda entre os 10 primeiros. O filme que trouxe as três versões live-action de Peter Parker interpretadas por Tobey Maguire, Andrew Garfield e Tom Holland foi lançado em 2021, mas sua chegada ao streaming aconteceu no ano seguinte, o que certamente contribuiu para a posição indesejável no ranking em 2022, já que fica mais fácil replicar o filme em qualidade superior.

Logo depois vem Batman, com Robert Pattinson, Doutor Estranho no Multiverso da Loucura, estrelado por Benedict Cumberbatch e Elizabeth Olsen, e Thor: Amor e Trovão, protagonizado por Chris Hemsnworth, Natalie Portman e Christian Bale.

Top 10 dos filmes mais pirateados de 2022

  1. Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa – 21%
  2. Batman – 13%
  3. Doutor Estranho no Multiverso da Loucura – 10%
  4. Thor: Amor e Trovão – 9%
  5. Adão Negro – 9%
  6. Uncharted: Fora do Mapa – 8%
  7. Eternos – 8%
  8. Top Gun: Maverick – 8%
  9. Mundo Jurássico: Domínio – 7%
  10. Encanto – 6%
image-1 Veja quais foram os 10 filmes mais pirateados de 2022

O relatório aponta ainda que Avatar: O Caminho da Água foi o terceiro filme mais pirateado no quarto trimestre de 2022, atrás de Adão Negro e Pantera Negra: Wakanda Para Sempre no mesmo período.

O estudo evidencia que há uma relação direta entre a pirataria, a data de estreia nos cinemas e o lançamento por streaming, embora Homem-Aranha 3 e Top Gun: Maverick tenham demorado a mesma quantidade de dias e ficado distantes um do outro na lista.

Combate à pirataria

Em 2022, os estúdios e distribuidores de filmes começaram a tomar medidas mais duras contra a pirataria online. Eles estão processando provedores de internet nos Estados Unidos por não tomarem iniciativas para diminuir a prática.

Em diversas ações judiciais, os provedores são acusados de ignorarem o crime de violação de direitos autorais que seus usuários praticam constantemente e, de acordo com os estúdios, é fácil de ser detectado.

Uma das acusações descreve o envio de mais de 100.000 alertas à Comcast sobre o download ilegal da comédia Sexy Por Acidente, com Amy Schumer, através de seus serviços.

A Comcast não tomou medidas significativas para evitar infrações contínuas por esses usuários“, afirma a queixa da Voltage Pictures. “A Comcast falhou ao encerrar as contas associadas a esses endereços de IP ou, de outra forma, tomar qualquer ação significativa em resposta a esses avisos.

Siga o Guia Disney+ Brasil nas redes sociais e fique por dentro das dicas, novidades e lançamentos dos streamings da Disney.
• facebook.com/guiadisneyplus
• twitter.com/guiadisneyplus
• instagram.com/guiadisneyplus
• pinterest.com/guiadisneyplus

Atualizado em 06/02/2023

Foto do autor

Leo Carvalho

Leo Carvalho, jornalista de formação e nerd de coração, é um observador atento das tendências do entretenimento, em especial filmes e séries da Marvel e Star Wars. Sua formação acadêmica em jornalismo e entusiasmo de fã lhe permitem escrever textos com insights, análises detalhadas e olhar crítico.

Deixe um comentário