James Cameron economizou R$ 5 milhões em Titanic recusando atores altos

Titanic-Jack-e-Rose James Cameron economizou R$ 5 milhões em Titanic recusando atores altos

Na produção de filmes, mesmo os menores detalhes podem ter um grande impacto no set. Para a equipe de Titanic, dirigido por James Cameron, lidar com figurantes foi um desafio desde o início do processo de escalação. Foi importante para o filme que todas as pessoas envolvidas fossem de uma certa altura por uma razão muito específica.

Lançado originalmente em 1997, Titanic não só catapultou Kate Winslet e Leonardo DiCaprio para a fama e influência sem precedentes, mas também se tornou um enorme sucesso de bilheteria, sendo superado até hoje apenas por três filmes: Avatar, Vingadores: Ultimato e Avatar: O Caminho da Água.

Durante a produção, no entanto, aqueles envolvidos no filme tinham suas dúvidas. Como Cameron admitiu em uma entrevista ao Los Angeles Times, ele nunca pensou que Titanic recuperaria o dinheiro investido pelo estúdio. Uma produção desse tamanho exigia muito dinheiro, então tentaram cortar custos onde pudessem.

Como resultado, equipe e elenco tiveram que trabalhar em uma escala menor no set e compensar com vários efeitos visuais. “Só contratamos figurantes baixos para que nosso cenário parecesse maior. Qualquer pessoa acima de 1 metro e 80 nós não contratamos. É como se tivéssemos obtido um valor extra de um milhão de dólares com o elenco”, disse Cameron.

O sucesso apesar dos desafios

Apesar de tenta economia que a equipe conseguiu fazer com essas escolhas de elenco, o sacrifício acabou sendo desnecessário. No entanto, o caso ilustra perfeitamente que, mesmo com a intenção de economizar dinheiro, uma equipe verdadeiramente talentosa e dedicada pode criar uma obra-prima tão grandiosa quanto Titanic.

Para aqueles que desejam assistir ao filme novamente, Titanic está disponível no Star+.

Atualizado em 14/12/2023

Foto do autor

Leo Carvalho

Leo Carvalho, jornalista de formação e nerd de coração, é um observador atento das tendências do entretenimento, em especial filmes e séries da Marvel e Star Wars. Sua formação acadêmica em jornalismo e entusiasmo de fã lhe permitem escrever textos com insights, análises detalhadas e olhar crítico.

Deixe um comentário