Engenheiros da Disney impressionam com novos robôs interagindo entre si

Duke-Doninha-Robo Engenheiros da Disney impressionam com novos robôs interagindo entre si

A Disney, conhecida por seu pioneirismo em contar histórias, está elevando o nível da inovação com seus mais recentes avanços em robótica. Na Walt Disney Imagineering, as equipes de pesquisa e desenvolvimento têm trabalhado para criar robôs capazes de colaborar entre si, um feito que promete revolucionar o espaço da robótica de entretenimento.

Essa inovação foi demonstrada em Xangai, durante a inauguração da primeira área de Zootopia, onde um personagem robótico, Duke Doninha, fez sua estreia no Shanghai Disney Resort.

Duke Doninha não é apenas um robô comum; ele é uma estrela que trouxe uma nova dimensão ao palco, empurrando um quiosque e tocando música pop. No entanto, a magia verdadeira acontece graças à colaboração com outro robô independente: o próprio quiosque. Juntos, esses dois robôs formam um sistema unificado capaz de realizar terefas que seriam impossíveis individualmente.

A integração entre Duke Doninha e o quiosque é um exemplo de como dois robôs com movimentos muito diferentes podem criar juntos algo mais elaborado. Enquanto Duke é um robô bípede com movimentos complexos, o quiosque é um sistema de rodas simples.

Conforme o vídeo divulgado pelo canal oficial da Walt Disney Imagineering, que você confere abaixo, o sucesso dessa colaboração se deve à flexibilidade no design dos robôs, permitindo-lhes tolerar um alto nível de imprevisibilidade e ainda assim entregar uma apresentação convincente, resultado direto de lições aprendidas com robôs anteriores, abrindo novos níveis de liberdade criativa no design e execução de shows nos parques da Disney.

Desenvolvimento e programação dos robôs

Para programar os movimentos de Duke, a equipe utiliza uma sequência de animação que permite ajustes finos para se adaptar às restrições físicas dos robôs, garantindo que a sincronização entre o quiosque e o personagem seja sempre precisa.

Esse processo assegura que a movimentação dos dois robôs seja coordenada de maneira flexível e animada, incluindo partes individuais como boca e olhos.

Nos últimos nove meses, os engenheiros da Disney exploraram várias abordagens de locomoção colaborativa, incluindo tentativas com um triciclo, skate e empurrando uma caixa. Cada experimento visou a colaboração entre um personagem e outro sistema robótico que auxilia na movimentação de maneira estável e repetitiva.

Tony Dohi, Principal Imagineer liderando o projeto, compartilhou sua visão entusiasmada para o futuro:

“O que mostramos hoje é um passo importante para uma visão maior. Este projeto está criando a base para robôs que podem interagir entre si de maneiras surpreendentes e emocionalmente satisfatórias. Hoje é um personagem e um quiosque, mas daqui para frente queremos ter vários personagens que possam interagir entre si e com nossos visitantes.”

Novas tecnologias

Paralelamente às experiências com personagens, como demonstrado por Duke Doninha, o grupo de pesquisa está desenvolvendo novas tecnologias e capacidades que ajudarão a elevar experiências existentes e criar novos shows nos parques da Disney.

Moritz Bächer, líder da equipe de robótica, destacou a importância de demonstrações autênticas de personagens para o desenvolvimento de ferramentas que permitam à equipe produzir e entregar esses shows de forma rápida e eficiente.

Demonstrações de caráter autêntico são úteis porque ajudam a informar quais ferramentas são mais valiosas para desenvolvermos”, explicou Bächer. “No final, nosso objetivo é criar ferramentas que permitam às nossas equipes produzir e entregar esses programas de forma rápida e eficiente.”

Atualizado em 11/02/2024

Foto do autor

Leo Carvalho

Leo Carvalho, jornalista de formação e nerd de coração, é um observador atento das tendências do entretenimento, em especial filmes e séries da Marvel e Star Wars. Sua formação acadêmica em jornalismo e entusiasmo de fã lhe permitem escrever textos com insights, análises detalhadas e olhar crítico.

Deixe um comentário