Elon Musk diz duas vezes ao CEO da Disney em evento: Vá se f***

Elon-Musk Elon Musk diz duas vezes ao CEO da Disney em evento: Vá se f***

Elon Musk, conhecido por sua postura direta e às vezes controversa, fez declarações impactantes durante o evento Dealbook Summit do New York Times, especialmente direcionadas aos anunciantes que estão deixando o X (antigo Twitter), após ele compartilhar uma posição antissemita na plataforma no início deste mês.

A reação de Musk aos anunciantes que estão se retirando da plataforma foi explícita. Ao ser questionado sobre qual seria sua mensagem aos líderes empresariais e, em particular, ao chefe da Disney, Bob Iger, Musk foi categórico:

Não anuncie. Não [eu não quero que eles anunciem]“, disse ele durante o painel. “Alguém vai tentar me chantagear com publicidade? Alguém está tentando me chantagear com dinheiro? Vá se f*****”. Diante do silêncio do entrevistador e da audiência, ele repetiu pausadamente: “VÁ SE F*****. Está claro? Espero que sim.”

Confira no vídeo abaixo o momento da entrevista com Elon Musk:

A participação de Bob Iger e a controvérsia

Musk brincou, perguntando se Iger estava na plateia, já que ele também participou do evento do New York Times. Mais cedo, o chefe da Disney comentou sobre a controvérsia, dizendo que o Twitter não era uma empresa com a qual a Disney queria associar sua imagem.

Iger esclareceu: “Tenho muito respeito por Elon e pelo que ele conquistou. Sabemos que Elon é maior que a vida em muitos aspectos e que seu nome está muito conectado às empresas que ele fundou ou possui. Ao tomar a posição que ele tomou de maneira pública, sentimos que a associação não era necessariamente positiva para nós e decidimos retirar nossa publicidade.”

Durante sua participação no evento, Iger também criticou algumas decisões tomadas pelo ex-CEO da Disney, Bob Chapek. “Fiquei decepcionado com o que estava vendo no período de transição e enquanto estive fora. Trabalhei muito para me distanciar disso“.

Impacto no valor do X/Twitter

A Disney não foi a única empresa que retirou sua publicidade da rede social. Além da Casa do Mickey, outras organizações que pausaram seus anúncios no Twitter incluem Apple, NBCUniversal, IBM, Oracle e Comcast.

De acordo com um relatório recente, o X/Twitter agora vale aproximadamente 19 bilhões de dólares, ou seja, menos da metade dos 45 bilhões de dólares que Musk pagou para se tornar o proprietário da marca.

As declarações de Elon Musk no evento do New York Times refletem sua postura provocadora frente aos desafios e críticas enfrentadas, especialmente no cenário conturbado após suas recentes ações no Twitter. A situação destaca a complexa interação entre as grandes corporações, a liberdade de expressão e as implicações econômicas nas decisões empresariais.

Atualizado em 30/11/2023

Foto do autor

Luiz Junqueira

Luiz Junqueira é engenheiro da computação e especialista em entretenimento, com um olhar analítico sobre filmes, séries e quadrinhos. Combina sua formação técnica com uma grande paixão pelo universo da cultura pop, se dedicando a trazer para os leitores artigos informativos e precisos.

Deixe um comentário