Disney e Netflix se unem para dar fim a greve nos EUA

Disney-Plus-e-Netflix Disney e Netflix se unem para dar fim a greve nos EUA

A greve dos roteiristas nos Estados Unidos pode estar próxima do fim, já que os chefes da Netflix e da Disney fizeram uma nova oferta à categoria em nome dos estúdios. Desde o início de maio, mais de 11.500 roteiristas que fazem parte do sindicato Writers Guild of America (WGA) estão parados. O conflito trabalhista com a Alliance of Motion Picture and Television Producers não havia mostrado sinais reais de término, e houve até especulações de que poderia durar até o próximo ano.

Vários filmes e séries já foram adiados, mas os roteiristas querem um salário melhor e garantias de que não serão substituídos por Inteligência Artificial.

De acordo com a Bloomberg, os estúdios de Hollywood fizeram agora uma oferta a esses grevistas, que inclui várias concessões, como um maior nível de transparência com os dados de audiência e a promessa de que seres humanos continuarão a ser os roteiristas creditados, e não programas de IA.

Damon-Lindelof-na-greve Disney e Netflix se unem para dar fim a greve nos EUA

As plataformas de streaming atualmente mantêm os dados de audiência em segredo, mas essas informações poderão ser compartilhadas com os escritores no futuro, especificamente em relação ao número de horas que um título é assistido.

Isso deve fazer uma grande diferença para alguns dos pagamentos de residuais ínfimos que vimos compartilhados ultimamente, como por exemplo de Mandy Moore, que revelou ter recebido cheques de 1 e 2 centavos por This Is Us.

Os estúdios também estão oferecendo um aumento de mais de 20% nos pagamentos residuais para séries que aparecem em redes diferentes daquela em que foram produzidas.

Disney e Netflix estariam liderando as negociações

Apesar de se tornar alvo dos grevistas por descrever as ações de paralisação como “perturbadoras”, o CEO da Disney, Bob Iger, ao lado do CEO da Netflix, Ted Sarandos, estariam liderando essas últimas tentativas de chegar a um acordo com os roteiristas.

Acredita-se que o WGA esteja considerando as propostas, mas se elas serão suficientes para fazer com que os profissionais retornem às suas mesas de trabalho, ainda não se sabe. Certamente é um passo na direção certa, embora imaginemos que os atores continuarão protestando até receberem garantias semelhantes.

Atualizado em 15/08/2023

Foto do autor

Leo Carvalho

Leo Carvalho, jornalista de formação e nerd de coração, é um observador atento das tendências do entretenimento, em especial filmes e séries da Marvel e Star Wars. Sua formação acadêmica em jornalismo e entusiasmo de fã lhe permitem escrever textos com insights, análises detalhadas e olhar crítico.

Deixe um comentário