Anthony Mackie revela nunca ter sofrido preconceito por se tornar o Capitão América


Atualizado em 15/05/2021

Anthony-Mackie-sobre-Preconceito-1024x576 Anthony Mackie revela nunca ter sofrido preconceito por se tornar o Capitão América

Um dos principais assuntos de Falcão e o Soldado Invernal foi a aceitação que a sociedade teria diante de um Capitão América negro. Sam Wilson (Anthony Mackie) chegou a ser desencorajado por Isaiah Bradley (Carl Lumbly) para assumir escudo de Steve Rogers, uma vez que os Estados Unidos “nunca aceitariam” um Capitão América negro. Felizmente, Sam seguiu seu coração e desde que assumiu as asas e o escudo de Steve, sua popularidade só aumenta. Até mesmo um quarto filme do herói foi confirmado pela Marvel.


Anthony Mackie revelou em entrevista recente que, diferente de Sam, ele nunca recebeu críticas ou qualquer comentário negativo referente ao herói negro. O ator apareceu no programa The Daily Show with Trevor Noah no final do de abril e os dois discutiram sobre a jornada de Sam em se tornar o Capitão América. Em determinado momento da conversa, Noah questionou o ator sobre a responsabilidade de assumir o manto do herói. Noah ainda o questionou o fato de Sam ser o Falcão anteriormente e agora ter as asas de cor branca, azul e vermelha.

“Você sabe, no momento em que você pegou o escudo daquele cara, muitas pessoas pensaram, ‘Oh, você vai pegar o escudo só porque você é um homem negro, você pegou o escudo agora porque… Por que o homem negro tem de ter um escudo?’ Quando você tem essas conversas com os fãs, como você lida com isso?”, questionou Noah.

Mackie mostrou uma leve surpresa e garantiu que não sofreu esse tipo de preconceito:

“Bom, isso é interessante – e eu realmente esperei que essas conversas existissem. Esperei que a internet fizesse barulho, mas eu não recebi nenhuma mensagem sobre isso. É fácil para nós ler uma notícia, entender o que está acontecendo e pensar, ‘Ah, todas as pessoas são más, o mundo só tem merda, mas a realidade é que muitas pessoas são boas e muitas estão ansiosas pelo Capitão América e com a ideia do Falcão se tornar ele. Além disso, temos toda a questão do que isso significa para o Universo Cinematográfico e para o universo dos quadrinhos”.

Mackie ainda elaborou:

“Isso dá à geração mais nova uma perspectiva diferente e um olhar diferente para o mundo. E é isso que é legal e é por isso que estou tão animado. A América é um caldeirão, sabe? Supõe-se que seja um microcosmo de pequenas pessoas de pequenas origens se divertindo um pouco à sua maneira. E eu acho que isso é um ponto no radar de como será a próxima geração. É por isso que estou tão animado, entende?

Por fim, o ator concluiu:

“Nós somos fodidos como nossos pais e nossos avós foram. E meu único objetivo em assumir o manto do Capitão América não é passar uma linhagem que foi criada pela geração anterior.  Malcolm Spellman lutou muito para que tivéssemos esse reconhecimento e essa relação turbulenta entre homens negros e os Estados Unidos. E você sabe, essa questão surgiu, nós ficamos nos perguntando a cada página do roteiro, a cada cena. Sempre nos perguntávamos, ‘Como você lidaria?’ Como um homem negro, você está sempre numa relação abusiva com os Estados Unidos, então você sabe pelo que lutar, pelo que se posicionar e arriscar sua vida por um país que nunca te deu amor”.

Falcão e o Soldado Invernal está disponível exclusivamente no Disney+.

Veja também:

Anthony Mackie pode enfrentar Chris Evans em disputa de Capitães América no MCU
Anthony Mackie ficou sabendo de Capitão América 4 pelo caixa do supermercado
Capitão América 4 Deve Falar Sobre o Racismo nos Estados Unidos

Siga o Guia Disney+ Brasil nas redes sociais e fique por dentro das dicas, novidades e lançamentos do streaming da Disney.
• facebook.com/guiadisneyplus
• twitter.com/guiadisneyplus
• instagram.com/guiadisneyplus
• pinterest.com/guiadisneyplus


Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.