Angela Bassett revela emoções do último dia com Chadwick Boseman

Angela-Basset-e-Chadwick-Boseman Angela Bassett revela emoções do último dia com Chadwick Boseman

Angela Bassett, aclamada atriz que interpretou a Rainha Ramonda nos filmes Pantera Negra e Pantera Negra: Wakanda Para Sempre, compartilhou um momento tocante vivido ao lado do falecido Chadwick Boseman.

Em entrevista à revista PEOPLE, na edição “Mulheres Mudando o Mundo”, Bassett relembrou o seu último dia de filmagem ao lado de Boseman, que morreu em 2020 após uma batalha secreta contra o câncer de cólon, deixando fãs e colegas do Universo Cinematográfico da Marvel (MCU) em luto.

Esse foi meu último dia de filmagem, e estávamos nas cachoeiras de Warrior Falls“, lembrou Bassett. “Eu havia terminado minha tarefa e Chadwick veio e me abraçou. E eu apenas o abracei e o envolvi. E claro, foi um set glorioso, cheio de beleza esplêndida, pessoas, música e orgulho.

A atriz, que recebeu uma indicação ao Oscar por seu papel, compartilhou a profundidade de sua conexão com Boseman: “Às vezes você não precisa dizer muito, mas pode apenas olhar nos olhos um do outro e transmitir tudo o que você quer dizer, tudo o que você espera.”

Outras homenagens a Chadwick Boseman

Homenagem-a-Chadwick-Boseman-em-Pantera-Negra-2 Angela Bassett revela emoções do último dia com Chadwick Boseman

Bassett também falou sobre o impacto profundo que Boseman teve desde que o conheceu, anos antes de sua fama, quando ele era estudante na Howard University: “Para ter chegado a conhecer esse jovem que era estudante quando recebi um grau honorário na Howard, ele era meu acompanhante,” disse Bassett. “Foi um momento de plenitude ao chegar e agora ter a grande oportunidade que tive de interpretar sua mãe.”

Pantera Negra: Wakanda Para Sempre prestou homenagem a Boseman ao revelar que T’Challa também havia morrido no MCU, introduzindo seu filho, também chamado T’Challa, que provavelmente herdará o manto de Shuri no futuro.

Durante o Globo de Ouro de 2023, Bassett prestou outra homenagem ao impacto de Boseman, destacando a jornada compartilhada de luto e cura: “Choramos à noite, mas a alegria vem pela manhã.” Ela adicionou: “Embarcamos nessa jornada juntos com amor. Lamentamos. Amamos. Curamos. E fomos cercados todos os dias pela luz e pelo espírito de Chadwick Boseman.”

Bassett finalizou, destacando o legado dos filmes Pantera Negra: “Temos alegria em saber que, com esta histórica série Pantera Negra, ela faz parte do legado que ele nos ajudou a liderar. Mostramos ao mundo como é a união, liderança e amor negros além, atrás e na frente da câmera.”

A Marvel Studios ainda não anunciou planos para Pantera Negra 3 ou o futuro de Shuri no MCU. Os dois primeiros filmes estão no catálogo do Disney+.

Foto do autor

Leo Carvalho

Leo Carvalho, jornalista de formação e nerd de coração, é um observador atento das tendências do entretenimento, em especial filmes e séries da Marvel e Star Wars. Sua formação acadêmica em jornalismo e entusiasmo de fã lhe permitem escrever textos com insights, análises detalhadas e olhar crítico.

Deixe um comentário