A importância de Loki não conseguir viajar de costas para a série


Loki-e-Sylvie-no-Trem-1024x576 A importância de Loki não conseguir viajar de costas para a série

Existem muitos dados e informações sobre as produções da Marvel para serem percebidos. Enquanto algumas referências são extremamente importantes, como o nome de Sylvie em Loki e sua possível relação com Encantor, outras são apenas referências, como o refrigerante que Mobius toma na série. Seja qual for, os fãs sempre irão procurar um motivo para entender tudo e ficar cada vez mais a par do que acontece na tela.

No terceiro episódio de Loki, vimos o personagem de Tom Hiddleston afirmar a Sylvie que não pode andar de costas em um trem. Enquanto muitos pensaram ser apenas um hábito, afinal, muitas pessoas não gostam de ficar de costas para a porta ou contra o sentido que o vagão está indo, houve quem achasse um motivo para isso. Loki acaba indo de costas pois Sylvie se recusa a mudar de posição, já indicando o domínio e a segurança que ela traz diante dele.

A sensação de se mover em um sentido contrário, ainda mais em alta velocidade, é algo que de fato pode causar enjoo e desorientação para muitas pessoas. A aceleração empurra a pessoa contra o assento, enquanto a freada empurra o passageiro para a frente. No caso de Loki, ele seria jogado contra a mesa e possivelmente bateria com o rosto. Mas será que esse foi o único motivo? 

Ao viajar de costas, fica muito mais difícil prever a direção que o trem está seguindo. O cérebro encontra mais dificuldade em prever resultados, tornando-os, portanto, imprevisíveis.

Tudo se trata de manter o equilíbrio, algo que para Loki se revelou perigoso após tudo o que ele passou com Thanos. Sylvie garante que quer viajar de frente para poder observar as portas e saídas, de forma a manter tudo sob controle. Loki, porém, aponta que seu comentário não faz sentido, uma vez que o trem traz portas em ambos os lados. Isso indica que Sylvie pode estar mentindo e apenas sofre do mesmo tipo de medo que Loki ao viajar de costas.

Loki sempre foi acostumado a conseguir tudo o que quis através de magia e persuasão. Ao solicitar a Sylvie que troque de lugar com ele e ela não o faz, ele se vê vulnerável e obrigado a obedecer a ordem de uma pessoa.

Admitir que não gosta de viajar de costas revela uma fraqueza de Loki, algo que já vimos uma única vez no passado, quando ele admite que Thor é o mais forte dos irmãos. Possivelmente, a confiança que Loki começa a depositar em Sylvie está refletida em sua confissão sobre uma possível fraqueza. Já Sylvie, encontra na mentira uma forma de se proteger e ao mesmo tempo demonstrar superioridade.

O quarto episódio de Loki chega no Disney+ no dia 30 de junho.

Siga o Guia Disney+ Brasil nas redes sociais e fique por dentro das dicas, novidades e lançamentos do streaming da Disney.
• facebook.com/guiadisneyplus
• twitter.com/guiadisneyplus
• instagram.com/guiadisneyplus
• pinterest.com/guiadisneyplus

Atualizado em 28/06/2021


Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.