A ambição de Michael Jackson no Universo de Star Wars

Michael-Jackson-Star-Wars A ambição de Michael Jackson no Universo de Star Wars

Michael Jackson, conhecido por suas contribuições inigualáveis à música e à dança, também nutria uma paixão especial por ficções científicas, especialmente pelo épico espacial Star Wars. Sua admiração não se limitava apenas a colecionar estátuas em tamanho real de personagens icônicos como Darth Vader, Boba Fett e C-3PO em seu rancho Neverland, mas se estendia ao desejo de participar ativamente na saga, expressando um interesse peculiar em interpretar o personagem Jar Jar Binks.

Antes de desvendarmos a curiosa conexão de Jackson com Star Wars, é essencial destacar seu histórico em produções audiovisuais, como em Capitão EO (Captain EO), um curta-metragem dirigido por Francis Ford Coppola e produzido por George Lucas.

Neste projeto, Jackson assumiu o papel principal, retratando um heroico piloto do espaço acompanhado por uma equipe de criaturas alienígenas. O filme, que foi exibido em parques temáticos da Disney de 1986 a 1996, é marcado pelo uso inovador de efeitos especiais, tecnologia 3D e miniaturas, elementos que remetem à estética de Star Wars.

Apesar de sua imensa fama e talento indiscutível, Jackson enfrentava dificuldades em ser levado a sério como ator. Sua notoriedade e imagem única muitas vezes ofuscavam seus esforços no cinema, fazendo com que o público visse mais o ícone pop do que o personagem que ele tentava encarnar.

Além de Capitão EO, Jackson teve papéis em filmes como O Mágico Inesquecível (1978) e em seu próprio filme, Moonwalker (1988), além de utilizar videoclipes como “Thriller” e “Bad” para demonstrar suas habilidades atuacionais.

Contudo, essas produções tendiam a ser mais celebradas por suas performances musicais do que pela atuação em si.

A conexão entre Michael Jackson e Jar Jar Binks

Jar-Jar-Binks A ambição de Michael Jackson no Universo de Star Wars

A revelação de que Jackson tinha interesse em interpretar Jar Jar Binks em Star Wars: Episódio I – A Ameaça Fantasma (1999) surgiu de uma entrevista com Ahmed Best com a Vice, o ator que acabou desempenhando o papel.

Durante um show de Michael Jackson, George Lucas o apresentou a Ahmed Best como “Jar Jar”, gerando uma situação desconfortável dada a aspiração de Jackson pelo papel. Lucas explicou posteriormente que Jackson desejava interpretar o personagem sob a aplicação de próteses e maquiagem, semelhante ao visto no videoclipe de “Thriller”.

Entretanto, Lucas optou por criar Jar Jar Binks através de CGI (imagens geradas por computador), preferindo não ter a imagem do filme superada pela presença de Jackson.

A escolha por Ahmed Best para dar vida a Jar Jar Binks refletia uma decisão consciente de Lucas em manter o foco do filme no enredo e nos personagens, sem ser ofuscado pela estrela mundial que era Michael Jackson.

Essa decisão destacou o cuidado na produção de Star Wars em preservar a integridade e coesão do universo criado, mesmo diante da possibilidade de envolver uma das maiores celebridades do mundo.

Star Wars: Episódio I – A Ameaça Fantasma continua disponível para o público no Disney+, permitindo às novas gerações e aos fãs de longa data revisitar o início da saga prequela e refletir sobre o que poderia ter sido se Michael Jackson tivesse realizado seu desejo de se tornar parte do legado de Star Wars.

Foto do autor

Leo Carvalho

Leo Carvalho, jornalista de formação e nerd de coração, é um observador atento das tendências do entretenimento, em especial filmes e séries da Marvel e Star Wars. Sua formação acadêmica em jornalismo e entusiasmo de fã lhe permitem escrever textos com insights, análises detalhadas e olhar crítico.

Deixe um comentário